24 de jun de 2010

Dessa vez não era um sonho.

Todo dia, pela manha, ela acordava assustada. Tinha sempre mesmo sonho: Ia pra escola normalmente e quando voltava pra casa encontrava seus pais mortos esfaqueados no chão, tudo cheio de sangue, e o pai sem a cabeça.
Todo dia era assim, depois de sonhar acordava assustada, suando e chorando.
Seus pais já haviam feito de tudo para que a garota não sonhasse isso, mas de nada adiantava.
Até que uma noite, depois de anos sonhando isso ela não sonhou nada. Não que ela lembrasse no outro dia.
Acordou toda feliz e animada, foi para a escola e quando voltou para casa encontrou seus pais mortos, tudo cheio de sangue, e a cabeça de seu pai não estava ali. Tudo estava igual ao seu sonho.
Ela já começou a chorar e gritar, mas depois pensou que tudo não se passava apenas de um sonho, então ela foi em seu quarto dormir.

Havia apenas uma coisa que ela não sabia:
Não era apenas um sonho.