12 de jun de 2010

Cada face de uma suposta destruição

Cara de pavor no rosto leve das crianças; um casal em seu ultimo abraço; bocas abertas como se estivessem gritando; uma mãe tentando proteger seu filho de algo que nem ela sabia direito o que era; corpos de homens de ternos pretos; um pequeno radio quebrado tocando sempre o mesmo trecho da musica;  resto de carros, casas, restos de pessoas; um homem segurando firmemente seu violino; uma garota com uma flor na mão, que acabara de receber; corpos irreconhecíveis; três meninas vestidas de bailarinas; uma louca abraçando um travesseiro que ela achou que fosse sua bolsa; tantas mortes... Sangue caindo do céu com se fosse chuva.
Uma pequena cidade morre.




E novamente um post fail :\