4 de dez de 2010

O amor


Todo mundo fala de amor. Não gosto do “amor”. Não quero falar de amor.  O amor acaba comigo. O amor viciante tira todas as forças.  Tira todas as vontades e cria novas em um só foco. Destrói o carinho que existe com os outros, porque é apenas uma pessoa que se quer e os outros são esquecidos. Destrói amizades. Afasta pessoas. Acaba com tudo. E na maioria das vezes não é correspondido, o que fode com o resto.
O amor suga todas as coisas boas.